• Sem categoria
  • 0

Gols, Corinthians 2 x 2 Atlético-PR – Brasileirão Série A 15/07/2017

Curtam nossa página: https://www.facebook.com/LeandroSportsVideos

Em Itaquera, Atlético-PR arranca empate e acaba com sequência do líder Corinthians
Timão sai atrás no placar pela primeira vez (em golaço de Jonathan), vira com dois gols do artilheiro Jô, mas cede empate no fim. Vantagem é de 11 pontos para o Grêmio, que pega a Ponte neste domingo no Sul
90 MINUTOS
Em jogo parelho, o primeiro gol saiu numa jogada individual fantástica. Aos 37, Jonathan recebeu na direita, passou por Moisés, fintou Maycon, deixou Gabriel na saudade e depois Pedro Henrique. A finalização, cruzada e rasteira, foi indefensável para Cássio. Foi a primeira vez no Brasileirão que o Corinthians ficou atrás no placar. E isso durou apenas sete minutos. Aos 44, Moisés cruzou da esquerda, e Jô se atirou na bola para desviar e empatar.

Na etapa final, o Corinthians voltou melhor, mais focado e chegou ao segundo gol aos cinco minutos. Após belo passe de Jadson, Jô fez o pivô para Maycon, que foi à linha de fundo e cruzou de volta para Jô. O Atlético-PR lutou pelo empate e conseguiu em chute de Otávio, aos 36 – a bola desviou em Balbuena e enganou Cássio. O Timão ainda teve duas chances claras, com Jô e Pedrinho, mas não conseguiu a vitória.
NÚMEROS IMPRESSIONANTES
Pela primeira vez no Brasileirão, o Corinthians, já na 14ª rodada, saiu atrás no placar. O time alvinegro, que não era vazado havia sete rodadas, levou aquele que, talvez, seja o maior golaço do torneio até o momento. Aos 37 minutos do primeiro tempo, o lateral Jonathan pegou a bola na direita, passou por Moisés, Maycon, Gabriel e Pedro Henrique e chutou cruzado para abrir o placar. No total, Cássio ficou 674 minutos sem tomar gol, tornando-se o segundo goleiro corintiano com melhor marca de invencibilidade na história do Brasileirão. Ele só perde para Jairo, que, em 1978, ficou 957 minutos sem ser vazado.
CARTOLA
Jô foi o maior pontuador do jogo, com 19.20 pontos. Jonathan e Otávio, que também fizeram gols, brilharam com 13.30 e 12.30, respectivamente. Fagner (-1.90), Cássio (-1) e Pedro Henrique (-0.90) negativaram, para desespero os cartoleiros que apostaram na consistente defesa corintiana.

Share

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share
Share