• Sem categoria
  • 0

Gols, Mogi Mirim 2 x 1 Náutico – Brasileirão Série B 07/07/2015

Estádio VIP tudo sobre o jogo e sobre seu time: http://www.estadiovip.com.br

Fique por dentro do mundo do esporte: https://www.facebook.com/esportelovers

Curta a página do Brasileirão: https://www.facebook.com/SerieAdoBrasileirao

Curtam nossa página: http://www.facebook.com/LeandroSportsVideos

NO EMBALO DA VOLTA DE RIVALDO, MOGI VIRA SOUBRE NÁUTICO E QUEBRA JEJUM DE DEZ JOGOS
Pentacampeão atua 67 minutos, quase marca de falta e acompanha, do banco, Serginho virar o herói da primeira vitória do Sapo. Timbu desperdiça oportunidade de assumir liderança da Série B.

RESUMÃO

O JOGO
O PESO DO CRAQUE
Rivaldo estava em campo depois de 16 meses aposentado. Não saíram de seus pés as jogadas dos gols da vitória do Mogi Mirim, mas o eterno craque da seleção brasileira colaborou bastante para o fim do jejum do Sapo. Do banco, ele viu Serginho, um dos jogadores que contratou recentemente, marcar duas vezes e decretar a virada sobre o Náutico, no Estádio Romildo Ferreira. O Timbu, que abriu o marcador com Douglas e tinha a partida em suas mãos até certo ponto da noite, volta para casa lamentando o tropeço diante do ex-lanterna.

DESTAQUES
RIVALDO EMBALA O MOGI
Nos 67 minutos que participou da partida, o camisa 10 mostrou disposição. Lógico que faltou ritmo de jogo (foram 16 meses sem uma partida oficial) e o físico de outros tempos não volta mais, mas Rivaldo teve momentos positivos. Lançou, ditou o ritmo da partida, orientou os companheiros (e subordinados!), reclamou com a arbitragem. O melhor lance foi no segundo tempo, pouco antes de sair, ao cobrar uma falta no canto esquerdo de Júlio César.

O DIFERENCIAL CONTRA O NÁUTICO
O Náutico tinha a vitória nas mãos. Vantagem no placar graças a gol de Douglas no primeiro tempo e suposto controle do resultado, também pelo excesso de erros do adversário. Até que Serginho empatou o duelo e, minutos depois, Gaston Filgueira foi expulso por puxar a camisa de Edson Ratinho. Sem o lateral uruguaio, o Timbu foi obrigado a recuar e tentar garantir o resultado na base de chutões. Não funcionou, como bem mostra o placar.

PRÓXIMOS DESAFIOS
Os dois times jogam pela 12ª rodada daqui alguns dias. O primeiro a ir a campo é o Mogi Mirim, que encara o Atlético-GO, na sexta-feira, às 19h30, em Goiânia. No dia seguinte, o Náutico tem pela frente o arquirrival Santa Cruz, na Arena Pernambuco, às 16h30.

Share

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share
Share