• Sem categoria
  • 0

Grêmio 0 x 1 Criciúma, Melhores Momentos – Copa do Brasil 14/07/2015

Estádio VIP tudo sobre o jogo e sobre seu time: http://www.estadiovip.com.br

Fique por dentro do mundo do esporte: https://www.facebook.com/esportelovers

Curta a página do Brasileirão: https://www.facebook.com/SerieAdoBrasileirao

Curtam nossa página: http://www.facebook.com/LeandroSportsVideos

CRICIÚMA SUPREENDE GRÊMIO NA ARENA E COMEÇA TERCEIRA FASE EM VANTAGEM
Tigre vence, pode empatar em casa e ainda tira série invicta de cinco meses dos gaúchos como mandantes.

RESUMÃO

O JOGO
Surpresa na Arena. Após bater tantos adversários do Brasileirão em Porto Alegre, o Grêmio caiu para o Criciúma, hoje na Série B, na abertura da terceira fase da Copa do Brasil, na noite desta quarta-feira. O Tigre esbanjou disciplina na defesa e oportunismo no ataque para construir o 1 a 0, gol de Lucca ainda no primeiro tempo.

O Tricolor gaúcho bem que tentou, mas perdeu chances claras, com direito a gol mal anulado, e viu ruir a invencibilidade caseira que durava cinco meses. Melhor para os comandados de Petkovic, que agora podem empatar na próxima terça-feira, no Heriberto Hülse. Ao time de Roger Machado, resta vencer por dois gols ou por um gol de diferença a partir de 2 a 1. Um novo 1 a 0, mas para os azuis, leva aos pênaltis.

DESTAQUE
OS 90 MINUTOS
Os torcedores que enfrentaram a chuva na Arena estavam acostumados com um time mais dinâmico e envolvente. Boa parte da culpa para tal postura vem do Criciúma. A equipe de Petkovic se defendeu com qualidade e soube contra-atacar. Abriu o placar, aos 33 minutos, em cabeçada de Lucca. O Grêmio só acordaria após ficar atrás no placar. Em poucos minutos, colecionou três chances claras, desperdiçadas por Pedro Rocha, Luan e Giuliano.

O Criciúma se arrumou no intervalo e quase ampliou em duas situações salvas por Marcelo Grohe. Depois, o Tricolor gaúcho se agigantou e empilhou chances perdidas. Roger tentou de todos os jeitos, colocando Fernandinho, Mamute e Braian Rodríguez, mas a bola teimava em não entrar. Poderia ter sido pior para os mandantes. No final, Paulo Sérgio, livre na pequena área, isolou o que seria o 2 a 0.

Share

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share
Share